fbpx
Mundo Militar

Primeiro tiro de artilharia do Brasil na Segunda Guerra Mundial é relembrado em Niterói

Compartilhar

O 21º Grupo de Artilharia de Campanha (21º GAC) realizou uma solenidade em homenagem ao primeiro tiro da Artilharia da Força Expedicionária Brasileira em solo italiano, executado em 16 de setembro de 1944, e aos náufragos dos navios mercantes Baependy e Itagiba, torpedeados na costa brasileira durante a Segunda Guerra Mundial. O evento teve por finalidade prestar homenagem aos heróis da Força Expedicionária Brasileira e aos tripulantes dos navios mercantes afundados pelo submarino alemão U-507.

Na oportunidade, foi inaugurada uma série de quadros representativos do 21º GAC, com obras compostas por imagens de fotógrafos renomados, como Marcello Cavalcanti e Paula Mariane Silva da Costa. Foram inauguradas as obras “Pôr da Lua Forte Barão do Rio Branco” e “Complexo Fotográfico Parque Histórico Monte Bastione”.

Estiveram presentes na solenidade autoridades civis e militares, com destaque para a Diretora-Geral do Museu Histórico Diplomático do Itamaraty, Embaixadora Daniela Xavier; o Chefe do Estado-Maior da Esquadra, Contra-Almirante Manoel Luiz Pavão Barroso; o Diretor de Patrimônio Histórico e Cultural do Exército, General de Brigada Luciando Antonio Sibinel; e o Comandante da Artilharia Divisionária da 1ª Divisão de Exército, General de Brigada Fabiano Lima de Carvalho.

Fonte: Exército Brasileiro


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual
Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Translate »