fbpx
News

Curitiba testa equipamento que flagra excesso de ruídos no trânsito

Compartilhar

A Prefeitura de Curitiba iniciou testes com um equipamento capaz de flagrar o excesso de ruído gerado nas ruas, principalmente por sistemas de escapamento de carros e motocicletas fora do padrão ou customizados.

Já usada em países como a França, a iniciativa é inédita no Brasil. Como é uma tecnologia nova no país, não pode ser utilizada para autos de infrações.

“O monitor de ruídos é mais uma tecnologia da cidade inteligente que vem para melhorar a qualidade de vida dos curitibanos”, afirma o prefeito.

Ele destaca ainda os testes dos ônibus elétricos que tiveram início neste mês em Curitiba; outra ação que tem como foco a sustentabilidade e a redução de ruídos no meio ambiente, já que os veículos são silenciosos.

    Perfil do condutor

    Instalado na Avenida Victor Ferreira do Amaral, perto do Jockey Plaza, no bairro Tarumã, o equipamento foi desenvolvido pela empresa Perkons em parceria com a Superintendência de Trânsito (Setran). A instalação do equipamento encerra as ações da Semana Nacional do Trânsito e do Setembro da Mobilidade, um estímulo da Prefeitura à intermodalidade, com foco no pedestre e na adoção de tecnologias limpas de transporte.

    Segundo a superintendente de Trânsito de Curitiba, Rosangela Battistella, a iniciativa atende a solicitações encaminhadas pela população que reclama do barulho provocado por carros e motos, além de demandas encaminhadas pela Câmara de Vereadores.

    “Com base nas informações de perfil comportamental destes motoristas, vamos conseguir identificar o horário de maior incidência e o tipo de veículo para que possamos atuar com blitz educativas e também com a fiscalização”, explica Battistella.

    Como funciona

    Em caráter experimental, o aparelho foi instalado na Avenida Victor Ferreira do Amaral, junto a um equipamento de fiscalização eletrônica que já faz a medição de velocidade dos veículos.

    O detector de ruídos capta imagens e aúdios de veículos que estejam emitindo ruídos acima do permitido de forma automática, como explica o o diretor técnico da Perkons, Régis Nishimoto.

    “Curitiba sempre foi berço das inovações no âmbito do trânsito. Há 30 anos a cidade recebeu a primeira lombada eletrônica do mundo. Agora, mais uma vez a parceria Perkons e Prefeitura de Curitiba está na vanguarda, desenvolvendo esta solução para tornar a cidade cada vez mais inteligente”, conta Nishimoto.

    Homologação

    Como é uma tecnologia nova no país, o equipamento não pode ser utilizado para autos de infrações, pois ainda necessita de homologação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e da regulamentação de órgãos como o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

    Fonte: Prefeitura de Curitiba


    Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

    Assinatura Anual
    Assinatura Anual

    Print Friendly, PDF & Email

    Wesley Lima

    Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

    Artigos relacionados

    Botão Voltar ao topo
    Translate »