fbpx
Esportes

Com experiência, Ana Paula Rodrigues acalma novatas na estreia

Compartilhar

Seleção de handebol, recheada de estreantes, vence Paraguai após preleção de campeã mundial.

Dar rodagem a jogadoras jovens e estreantes e, ao mesmo tempo, manter a hegemonia do handebol brasileiro no continente. É com essa missão dupla que a seleção feminina estreou nos Jogos Sul-americanos Assunção 2022.

Ciente da pressão em cima das jogadoras, o técnico Cristiano Rocha convocou a campeã mundial Ana Paula Rodrigues para balancear com experiência toda a juventude de seu time, para ser a líder, o ponto de referência de uma geração jovem que começa a ser trabalhada.

E logo na estreia, ela foi essencial. No ônibus, a caminho do ginásio, Ana Paula percebeu que algumas atletas estavam sentindo o peso da estreia. No vestiário, pediu a palavra e fez uma preleção. 

“Eu falei para elas que era só mais jogo. Tentei acalmá-las e passar confiança. Eu sei como é ser estreante”, afirmou. “Estou aqui para ajudar a melhorar a qualidade das meninas. Estou feliz de estar aqui com essa molecada jovem. Eu amo defender o Brasil”, completou.

Em quadra, as jogadoras conseguiram impor seu ritmo sobre o Paraguai e vencer com tranquilidade por 34 a 19.

Cristiano Rocha também enfrenta uma situação nova em Assunção. Ele já esteve em Missões importantes, como Jogos Olímpicos Rio 2016 e Tóquio 2020, mas essa é a primeira vez que participa de um evento multiesportivo pelo Time Brasil como treinador da equipe. Antes, estava como assistente-técnico.

“Tem um sabor especial, mas já tenho muita experiência de Jogos Olímpicos e Pan-americanos, então já estou acostumado”, disse.

Cristiano quer aproveitar a competição no Paraguai para dar rodagem às atletas da nova geração e mostrar seu estilo de jogo e de trabalho.

Como os Jogos Sul-americanos não fazem parte do calendário da Federação Internacional de Handebol, é mais complicado conseguir a liberação dos atletas que disputam campeonatos por seus clubes, principalmente no exterior. Em eventos como Jogos Olímpicos e Mundiais, esses torneios param, e os melhores atletas conseguem defender suas seleções com mais tranquilidade.

Nesta sexta, o adversário do Brasil será contra o Uruguai, às 18h (horário de Brasília). O campeonato é disputado por pontos corridos, e o último jogo das brasileiras será contra a Argentina, principal adversária no continente.

Fonte: COB


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual
Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »