fbpx
Esportes

Leclerc diz que “desempenho não é o que faltou à Ferrari este ano”

Compartilhar

Charles Leclerc, da Ferrari, diz que sua equipe precisa se concentrar em suas próprias performances quando a temporada de 2022 chegar ao fim, com o piloto monegasco aceitando que é uma questão de quando, e não se, Max Verstappen conquistará seu segundo título de pilotos.

Em Suzuka, o holandês precisa da vitória e da volta mais rápida para conquistar seu segundo campeonato, enquanto, se Verstappen vencer e Leclerc terminar em terceiro com volta mais rápida ou menos, o piloto monegasco perderá o campeonato neste fim de semana.

Em meio à conversa sobre o título, Leclerc disse: “Bem, como eu disse antes de Singapura, acho que precisamos usar essas últimas corridas; como eu disse, eu acho que de forma realista Max vai ser um campeão – se não for neste fim de semana, vai ser muito, muito em breve – mas precisamos nos concentrar em nós mesmos, tentar executar bem o domingo.

“Porque o desempenho não é o que nos faltou este ano; se olharmos desde a primeira corrida até agora, sempre fomos fortes e o desempenho sempre foi bom o suficiente para realmente lutar por vitórias, além de alguns fins de semana, mas não foram muitos”.

“Acho que se trata principalmente de tentar juntar tudo no domingo: estratégia, gerenciamento de pneus e sim, é nisso que estamos focando no momento, e esse é o passo que teremos que dar no próximo ano para lutar para o campeonato”.

Leclerc acrescentou que a Red Bull pode ter um fim de semana “muito forte” no Japão, cujos desafios ele equiparou aos de Spa-Francorchamps, onde Verstappen venceu de 14º no grid e Sergio Perez apoiou uma dobradinha da Red Bull.

“A Red Bull será muito forte aqui – é uma pista onde você corre o carro em uma posição semelhante a Spa, e espero que eles sejam muito, muito fortes. Espero que tenhamos aprendido bem com Spa e seremos mais fortes do que estávamos lá”, acrescentou.

1175565789
Leclerc e Verstappen colidiram no GP do Japão de 2019…

Assim como seus rivais, o piloto da Ferrari estava animado para retornar a Suzuka, que recebe o Grande Prêmio do Japão após dois anos de distância.

“Pessoalmente, acho que todos os pilotos adoramos o primeiro setor”, explicou. “É um desafio tão incrível, uma seção de alta velocidade, e também curvas após curvas; se você perder um, perderá toda a seção – é isso que o torna tão emocionante para mim, em termos de direção.

“Então, obviamente, há os fãs também, que são todos apaixonados e sempre apresentam ideias muito criativas e é sempre um bom momento estar aqui”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, tornando-se um assinante você está contribuindo para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio! Duna Press Jornal e Magazine, mídia livre e independente trabalhando a informação com ética e respeito ao leitor. Notícias, oportunidades e negócios, seu portal nórdico em português.

Assinatura Anual
Assinatura Anual

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »