fbpx
Esportes

Russell e Hamilton diminuem as esperanças para o resto do fim de semana de Suzuka

Compartilhar

A Mercedes marcou os dois tempos mais rápidos em uma sessão molhada de TL2 após o primeiro dia de corrida para o Grande Prêmio do Japão, mas nem o líder da sessão George Russell nem Lewis Hamilton se empolgaram com o resultado.

Russell, que terminou em 18º em um TL1 encharcado, voltou ao topo da segunda sessão com pneus intermediários – Hamilton a 0,235s do ritmo – com os Red Bulls a mais de oito décimos do ritmo em terceiro e quarto. Max Verstappen disse que as equipes quase começariam do “zero” à medida que a pista secasse no sábado, e Russell pareceu concordar.

“Provavelmente não será tão representativo para este fim de semana, mas definitivamente um bom aprendizado para o futuro. Há uma chance no domingo de estar molhado, mas parece bem seco amanhã. No entanto, é sempre bom terminar o dia no topo das tabelas de tempos e definitivamente fizemos algumas melhorias em relação ao TL1, pois estávamos na parte inferior das tabelas de tempos. Não foi uma tarde ruim”.

O piloto de 24 anos acrescentou que “não fazia ideia” de onde a Mercedes está.

“Achamos que vai estar seco amanhã”, raciocinou. “Então acho que vamos lutar como sempre pelas seis primeiras posições. Espero que possamos ter uma chance de algo melhor, mas eu realmente não sei. Teremos que esperar e ver o TL3 – que será uma sessão crucial para todos – e tentar lutar por uma boa posição”.

1431252204
Hamilton ficou dois décimos do ritmo em um 1-2 no TL2

O companheiro de equipe Hamilton melhorou de 13º na primeira sessão molhada para segundo na última sessão de sexta-feira e disse que havia muito a aprender apesar das previsões de tempo seco para sábado.

“Sempre há coisas a serem tiradas disso, sim, então algumas coisas com a configuração, algumas coisas com o desgaste dos pneus, a temperatura dos pneus e o equilíbrio que estamos movendo entre as sessões”, disse Hamilton.

“Então, definitivamente, há coisas a serem tiradas disso e há dados sobre as cargas de downforce e em que níveis de asa todos os outros estão – e do lado positivo, conseguimos trocar nossos pneus hoje”.

O sete vezes campeão acrescentou que a Mercedes pode não ser tão rápida em comparação com a Red Bull e a Ferrari se a pista secar.

“Nenhuma pista. Realmente não faço ideia. Se estiver seco, imagino que os Red Bulls e as Ferraris serão bastante rápidos. Realmente não temos ideia – espero que sejamos rápidos, mas essa é uma esperança que continua a ser o caso a cada fim de semana!”.

Fonte: Fórmula 1


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »