fbpx
News

Reaberta fronteira fluvial entre Angola e Zâmbia dois anos depois

Compartilhar

A fronteira fluvial entre Angola e a Zâmbia foi aberta hoje, sábado (08), dois anos depois do encerramento devido à Covid-19, uma acção que vai proporcionar melhores trocas comerciais entre os dois povos.

O acto de abertura foi orientado pelo governador da província do Cuando Cubango, Jose Martins, na presença dos membros do governo da administração do Rivungo, representante dos órgãos de defesa e segurança, do administrador adjunto do distrito de Shangombo (Zâmbia), Nsankanga Shangwe, e oficiais da polícia deste país.

O governador enalteceu a reabertura da fronteira, por permitir o melhoramento das trocas comerciais, o que se traduzirá em ganhos “incomensuráveis”, que certamente irão se reflectir nas economias dos dois países e, consequentemente, na melhoria das condições sociais das populações.

Exortou os órgãos de defesa e segurança a redobrarem esforços para a prevenção e o combate contra crimes, a fim de conferir um sentimento de segurança às populações ao longo da fronteira.

Por seu lado, o administrador adjunto do distrito de Shangombo (Zâmbia), Nsankanga Shangwe, reconheceu que a reabertura da fronteira vai proporcionar o bem-estar dos dois povos.

Angola e Zâmbia partilham uma vasta fronteira fluvial de 288 quilómetros do rio Cuando, que vai da comuna de Neriquinha, adstrita ao município de Rivungo, a mais de 700 quilómetros a Leste da cidade de Menongue.

Fonte: ANGOP


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »