fbpx
News

Chuvas impactam carregamento de açúcar nos portos do Paraná

Compartilhar

Em setembro deste ano, 543.748 toneladas de açúcar foram carregadas nos portos de Paranaguá e Antonina. Em 2021, foram 632.383 toneladas.

O volume de chuvas registrado no Porto de Paranaguá no último mês de setembro foi 133% maior que em setembro de 2021. A estação meteorológica da Portos do Paraná registrou 225 mm de água acumulada nos 30 dias deste ano, ante 96,3 mm no ano passado. O mau tempo teve impacto direto no embarque de grãos, em especial o açúcar. Em setembro deste ano, 543.748 toneladas de açúcar foram carregadas nos portos de Paranaguá e Antonina. Em 2021, foram 632.383 toneladas.

“Como é feito a céu aberto, o carregamento é suspenso pelo capitão do navio quando chove, para proteger a carga”, explica o diretor de operações da empresa pública, Luiz Teixeira da Silva.

    Principal terminal e operadora do produto a granel no Estado, a Pasa embarcou 429.857 toneladas de açúcar na modalidade – quase 14% a menos do que era previsto para setembro.

    Segundo Osvaldo Inácio da Silva, gerente administrativo e financeiro da empresa, foram cerca de 270 horas de chuva no mês, o equivalente a 10 dias parados na operação. “A demanda pela commodity segue em alta. Nossa expectativa é embarcar um milhão de toneladas de produto nos próximos três meses”, diz.

    SETEMBRO – De maneira geral, o embarque de cargas pelos portos de Paranaguá e Antonina teve alta de 5% em setembro. O volume de produtos carregados com destino ao Exterior somou 3.033.720 toneladas, contra 2,8 milhões em setembro do ano passado. Considerando os dois sentidos do comércio exterior, o volume movimentado pelos portos de Paranaguá e Antonina, neste ano, é praticamente o mesmo contabilizado em 2021 (44.461.024 toneladas).

    Fonte: Agência de Notícias do Paraná


    Print Friendly, PDF & Email

    Wesley Lima

    Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

    Artigos relacionados

    Deixe um comentário

    Botão Voltar ao topo
    Translate »