fbpx
Esportes

Mayra Aguiar faz história ao conquistar tricampeonato mundial de judô

Compartilhar

Judoca é a 1ª do país, entre homens e mulheres, a somar três ouros.

A gaúcha Mayra Aguiar fez história nesta terça-feira (11) ao faturar o inédito tricampeonato mundial de judô para o Brasil.  A façanha ocorreu no Mundial da modalidade em Tashkent (Uzbequistão), após Mayra derrotar a chinesa Zhenzhao Ma, por waza-ri, na final do meio-pesado (78 quilos).  O Mundial segue nesta quarta  (12) com as lutas dos pesos-pesados (+78kg e +100kg) Rafael “Baby” Silva e Beatriz Souza, com transmissão ao vivo no site do Canal Olímpico do Brasil. As eliminatórias começam às 3h (horário de Brasília) e as finais às 9h. Confira a programação ao final do texto.

Após a conquista, a brasileira soma ao todo sete mundiais: ouro (2014 e 2017), prata (individual em 2010, e por equipes em 2013), e bronze (2011, 2013 e 2019). Mayra também colecionais três bronzes olímpicos (Londres 2012, Rio 2016, Tóquio 2020).

O ouro de Mayara é o segundo do país na competição: no último sábado (8) a carioca Rafaela Silva se sagrou bicampeã nos 57 kg. Também no peso leve, o gaúcho Daniel Cargnin foi bronze nos 73kg. Com as três conquistas, o Brasil subiu para a vice-liderança no quadro de medalhas.

No caminho para assegurar o o tricampeonato, Mayra Aguiar, atual número seis do mundo, estreou com vitória diante da  croata Petrunjela Pavic. Na sequência, despachou por ippon a cazaque  Aruna Jangeldina. Nas quartas de final, derrotou a campeã olímpica Hamada Shori (Japão). Com o moral alto, a brasileira foi para a semifinal contra a alemã Alina Boehm, campeã europeia, e venceu mais uma, assegurando presença na final contra chinesa Zhenzhao Ma.

Outros resultados

No masculino, o paulista Rafael Buzacarini (100 kg) se despediu ontem (11) do Mundial. Após vencer na estreia o cazaque Islam Bizbayev, ele perdeu do holandês Michael Korrel na oitavas de final.  

Programação

Quarta (12/10) — Peso pesado (+78kg e +100kg) – 3h

Beatriz Souza, já nas oitavas de final, aguarda o resultado de Larisa Ceric (BIH) x Shiyan Xu (CHN). No masculino, Rafael Silva estreia na segunda rodada contra o vencedor de Marc Deschenes (CAN) x Ruixuan Li (CHN).

Quinta (13) –  disputa por equipes – 1h30

Seleção brasileira estreia contra Coreia do Sul. Caso se classifique, enfrenará Israel, Áustria ou Uzbequistão nas quartas de final.

Fonte: Agência Brasil


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »