fbpx
Esportes

Wu conquista segunda medalha em Assunção e celebra nova rotina com duas modalidades

Compartilhar

Medalhista olímpico hoje compete na pistola de ar 10m e na pistola rápida 25m do tiro esportivo.

A atuação espetacular do adversário colombiano na final impediu o ouro, mas Felipe Wu celebrou, nesta quinta-feira (13) a segunda medalha de prata nos Jogos Sul-americanos Assunção 2022. Um indicativo positivo diante da rotina estabelecida desde Tóquio 2020, quando decidiu se dividir entre duas modalidades. 

Antes da Rio 2016, Wu praticava a pistola de ar 50m e 10m. Quando a primeira deixou o programa olímpico, passou a se dedicar integralmente à distância mais curta. Após os Jogos do Japão, porém, entendeu que precisava se renovar. Viu na pistola de tiro rápido um caminho duplamente interessante.

“Busquei outra modalidade para ter um balanço e não ficar o dia inteiro treinando a mesma coisa porque estava muito maçante. Ainda estou começando na pistola de tiro rápido. Mas aqui nas Américas o número de vagas para as Olimpiadas é até maior do que para a pistola de 10m. Também vi isso como uma oportunidade. Mas meu foco continua sendo a pistola de 10m.”

Para competir em duas modalidades, Wu aumentou a carga de treinamentos. Na nova prova, foi prata nesta quarta-feira, atrás do compatriota Emerson Duarte. Nesta quinta-feira, liderou a maior parte da final. Mas quando chegou no confronto pelo ouro, o colombiano Juan Rivera alcançou uma precisão ímpar e sagrou-se campeão.

“Na parte da qualificatória não fui muito bem. Na final fiquei feliz. Na primeira parte abri muito na frente, estava muito consistente, mas na segunda parte ele realmente atirou muito bem. Estou feliz, mas buscando novos desafios para melhorar. Lembrando no ciclo de 2016 eu comecei com a conquista de uma medalha nos Jogos Sul-americanos de 2014, então espero que esteja no mesmo caminho.”

Wu volta a competir nesta sexta, na prova mista da pistola de ar 10m, ao lado de Cibele Bautista, que foi bronze no feminino nesta quinta. O Brasil conquistou ainda outro bronze, com Georgia Furquim, no skeet (125) feminino. Roberth Vieira competia na final do skeet masculino quando a disputa foi interrompida por uma tempestade. A prova será retomada nesta sexta.

Fonte: COB


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »