fbpx
Política

O escândalo do Petrolão: 42 bilhões de reais prejuízo à nação

Compartilhar

“Petrolão” é um esquema bilionário de corrupção na Petrobras, que ocorreu durante o governo Lula e Dilma. É o maior escândalo de corrupção da história brasileira. Ele envolve:

  • cobrança de propina das empreiteiras;
  • lavagem de dinheiro;
  • evasão de divisas;
  • superfaturamentos de obras contratadas para abastecer os cofres de partidos, funcionários da estatal e políticos.

Esse esquema é alvo de investigações da Polícia Federal por meio da operação Lava Jato.

A Petrobras contratava empreiteiras para grandes obras. Funcionários da Petrobras cobravam propina das empreiteiras para fechar contratos superfaturados com a estatal.

De acordo com o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, os contratos eram superfaturados, em média, em 3%.

Por exemplo, numa obra contratada pela Diretoria de Abastecimento, orçada inicialmente em 1 bilhão (valor de mercado), a Petrobras pagava 1 bilhão e 30 milhões para a empreiteira.

Desse sobrepreço de 30 milhões pagos a mais pela Petrobras, 20 milhões ficavam com o PT, e os 10 milhões restantes eram destinados ao PP, ao diretor da estatal e ao operador responsável pela distribuição do dinheiro.

O destino desse dinheiro em geral era:

  • parte do dinheiro roubado era doada pelas empreiteiras para partidos políticos nas suas campanhas eleitorais;
  • parte do dinheiro era desviada para contas no exterior. Por exemplo, as empreiteiras contratavam serviços de empresas fictícias e realizavam o pagamento em contas fora do país cujo destino final seria partidos e políticos;
  • parte do dinheiro era desviada por meio de compra de bens e reformas de imóveis para políticos. A acusação das reformas pagas pela OAS e pela Odebrecht de um tríplex e de um sítio, supostamente pertencentes a Lula, se enquadra nesta categoria.

Na época, os diretores das estatais que participavam do esquema negociando com as empreiteiras foram nomeados pela chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

De acordo com a PF, o prejuízo que a Petrobras causou à nação foi de 42 bilhões de reais (veja aqui). O doleiro Alberto Youssef afirma que Dilma e Lula conheciam todo o esquema de roubo da Petrobras.

Foi um rombo na empresa sem quaisquer precedentes na história do Brasil.

Fonte: Brasil Paralelo


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Translate »