fbpx
Esportes

Pourchaire, Palou, Sargeant e Shwartzman refletem sobre a primeira sessão “incrível” no Texas

Compartilhar

Quatro estreantes na F1 – Logan Sargeant, Alex Palou, Theo Pourchaire e Robert Shwartzman – fizeram sua estreia no TL1 no Circuito das Américas na sexta-feira e, como você pode esperar, eles estavam na lua para assumir o volante de suas respectivas equipes…

Como os regulamentos de 2022 estabelecem que cada equipe deve colocar, em duas sessões de TL1, um piloto que não completou dois Grandes Prêmios, o treino de abertura exibiu uma tabela de classificação dramaticamente diferente no Texas. Sargeant ficou para Williams, Palou para McLaren, Shwartzman para Ferrari e Pourchaire para Alfa Romeo.

Pourchaire estava particularmente entusiasmado por fazer a sua estreia no TL1, como disse: “Foi incrível, a melhor hora da minha vida… pista incrível, estava a descobrir esta pista e o carro também – uau! São muitas emoções agora. Então, muito feliz, e estou feliz em ajudar a equipe também – para trabalhar, eles fizeram alguns testes – e está tudo bem. Assim, todos estão felizes. É um bom começo de fim de semana”.

“Foi uma boa sessão. Fizemos muitas voltas. Houve uma bandeira vermelha no início, o que comprometeu um pouco o início da sessão, mas sim, tudo bem. Boas voltas; cometi alguns erros – tentei ultrapassar os limites e tentei entender algumas coisas… todas as configurações no volante, venho da F2 [então] é muito diferente. Mas é uma boa experiência”, continuou o piloto francês de F2 e piloto da Sauber Academy que terminou em 18º no TL1, ao volante do carro de Valtteri Bottas.

1435403548
Pourchaire ficou emocionado com sua primeira corrida em um carro de F1 2022

O piloto de F2 Sargeant, que terminou em 19º ao fazer sua estreia no TL1 em ​​casa pela Williams no lugar de Nicholas Latifi, acrescentou: “Acho que o principal objetivo de hoje foi apenas aprender o máximo possível. E eu senti que peguei muito. Muito diferente do que eu honestamente esperava, mas no bom sentido. Ainda há muito potencial para aprender e melhorar, mas acho que foi um bom começo e estou feliz com o que aconteceu”.

O piloto espanhol da IndyCar, Palou, terminou em 17º para a McLaren ao assumir o carro de Daniel Ricciardo. Ele disse: “Sim, foi incrível, me diverti muito, aprendi muito e a sessão foi bem mais curta do que quando estou olhando de casa!”.

“Acho que tive o privilégio de ter corrido com o carro anterior antes, então vim para cá, os carros novos são realmente incríveis. Acho que esta é uma pista adequada para a F1 também, então sim, super feliz com nosso desempenho, tudo que aprendi, e espero que possamos ajudar um pouco mais a equipe com tudo o que coletamos. E sim, estarei assistindo e torcendo por eles durante este fim de semana”.

Shwartzman terminou em 16º no lugar de Charles Leclerc. O membro da Ferrari Driver Academy disse: “Foi incrível, para ser honesto. Foi incrível e difícil. Obviamente, eu não dirijo um carro há algum tempo. Este ano, a maior parte do meu trabalho foi no simulador, que obviamente, você sabe, seu corpo esquece todas as sensações de dirigir em um carro real – obter os solavancos reais, as forças G, era algo muito, muito novo”.

Fonte: Fórmula 1


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »