fbpx
EconomiaEducação

5 dicas de educação financeira para adolescentes

Compartilhar

Por ainda depender dos pais, pode soar estranho conversar com adolescentes sobre educação financeira. Porém, o motivo principal é que ao aprenderam a como lidar com seu dinheiro, consequentemente, serão adultos muito mais conscientes com as suas finanças. 

Nos dias atuais, o número de pessoas endividadas é muito alto. Especialmente com relação ao cartão de crédito, ferramenta que pode ser muito benéfica, desde que usada com controle.

Por conta da atitude ansiosa dessa fase da vida, é importante que os jovens entendam o valor do dinheiro e, também, saber como organizar as finanças na crise.  

Pensando nesse desafio, elaboramos esse artigo para te ajudar a como educá-los a se relacionar com o dinheiro e a importância do planejamento financeiro. Então, confira abaixo cinco dicas de educação financeira para adolescentes!

Educação financeira na juventude: qual a importância?

A importância de os jovens saberem sobre educação financeira permite vislumbrar um futuro sem problemas econômicos, inclusive, construindo conhecimento que fará diferença na vida adulta: saber como lidar com o dinheiro e ter um planejamento financeiro consolidado.

Outra vantagem da educação financeira desde a adolescência é que ela permite fortalecer o autoconhecimento, já que ele passa a entender mais sobre os seus hábitos de consumo. Isso evitará ter dívidas e a saber organizar as finanças na crise. 

5 dicas de educação financeira para adolescentes

Confira quais são as cinco dicas de educação financeira para que os jovens possam aprender a lidar melhor com o dinheiro!

Não gaste mais do que ganha

Primeiro ponto, ensine ao jovem analisar com cuidado todas as suas despesas da família. Caso o orçamento familiar esteja apertado, esse é o momento de repensar junto a ele, maneiras diferentes de lidar com dinheiro. 

É importante que ele entenda todo esforço para, não só arrumar um emprego, mas também para mantê-lo atualmente. 

Reforce a necessidade de sempre ter uma reserva financeira para momentos emergenciais. Então, faça uma avaliação dos gastos e para viver de acordo com a receita familiar, ou seja, com o salário.Tenha um controle de gastos

Após a compreensão de gastar de acordo com o seu padrão de vida. Você pode dar uma mesada e ensiná-lo a como administrar esse dinheiro. Ensine a como fazer um registro de todas as despesas, considerando a mesada ou outro tipo de receita que ele venha a ter.

Hoje em dia, além de uma planilha no Excel e o bom e velho caderno, ele pode baixar em seu celular, aplicativos próprios para fazer o controle do orçamento. Tudo de maneira simples e fácil.

Ah, é importante ser bem detalhista ao inserir essas informações. Inclusive, se ele comprar uma bala usando apenas moedas, esse gasto também deve estar no controle. Não se esqueça que saber administrar os gastos, ajudarão no planejamento financeiro pessoal deste jovem. 

Aprenda a poupar desde cedo

Com um planejamento financeiro bem definido, é importante deixar disponível, pelo menos, 30% da sua receita mensal. 

Sabe aquele dinheiro que muitos jovens costumam ganhar de avôs e tios no Natal? Enfatize a importância de fazer uma poupança ou outro tipo de aplicação para que ele possa realizar um sonho, como, por exemplo, um intercâmbio. 

Não se esqueça que a prática de poupar deve ser um hábito para sempre na vida de qualquer pessoa!

Cuidado com gastos supérfluos

Sabe o tópico sobre não gastar mais do que se ganha? Então, converse sempre sobre a inflação e tantas outras pautas que têm sido recorrentes nas vidas dos brasileiros. Mostre as dificuldades orçamentárias, ainda que existam desejos de consumo – ainda mais considerando o apelo das redes sociais e de influencers

Ensine sobre, antes de qualquer compra, pensar quantas vezes for possível sobre o gasto. Por exemplo, será que é necessário mesmo comprar mais uma camiseta mesmo com tantas roupas disponíveis? Talvez não seria melhor guardar dinheiro para fazer uma viagem com amigos?

Reforçar sobre a importância de se manter fiel ao planejamento financeiro, pode ajudar um futuro tranquilo, com facilidade de lidar com as finanças na crise. 

Busque mais conhecimento

Procure despertar em seu filho a curiosidade sobre educação financeira. Conversem sobre a atual situação do país, como o aumento dos preços dos combustíveis ou a taxa cambial.  

Quando forem às compras de alimentos, reforce a importância de pesquisar e mostrar como existe uma grande variação de preços de um mercado para o outro. Estimule a jogar jogos que tenham a educação financeira como tema central. 

Garantindo um futuro financeiro equilibrado

Ao seguir todas as dicas acima, tanto você como seu filho terão a garantia de conseguir uma melhor organização financeira. Parece difícil? Pense que quanto mais tempo o seu filho tiver para economizar, menos ele terá dores de cabeça no futuro. 

A única coisa é saber conhecer as soluções financeiras disponíveis e passar a segui-las. Através do tempo, os resultados surgirão como uma bola de neve, fazendo a diferença na vida do jovem e de sua família.

Esteja sempre atento!

Estar atento ao planejamento financeiro é uma maneira fácil do jovem saber organizar as finanças na crise. E você tem alguma dica para compartilhar com a gente? Deixe nos comentários abaixo para sabermos mais!

Print Friendly, PDF & Email

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Translate »