fbpx
News

Representantes do projeto InovaJuntos conhecem ações sustentáveis da Prefeitura de Belém

Compartilhar

Integrantes do projeto InovaJuntos, iniciativa de cooperação urbana para inovação e sustentabilidade, da Confederação Nacional de Municípios (CNM), visitaram nesta quinta-feira, 20, a Fundação Escola Bosque (Funbosque), como um espaço que desenvolve boas práticas de sustentabilidade Prefeitura de Belém.

O grupo de profissionais participantes do projeto realizado pela CNM em parceria com o Centro de Estudos Sociais (CES) de Portugal e União Europeia (UE), foi recebido pelo presidente da Funbosque, Alickson Lopes. Eles estão em Belém para realizar um diagnóstico vocacional quantitativo, que é dividido em entrevistas e visitas técnicas.

Os visitantes conheceram os projetos que são desenvolvidos na sede da Fundação e na Casa Escola da Pesca (Cepe), voltados a estimular nos alunos uma consciência crítica ambiental, entre eles o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS), Horta do Conhecimento, Casarão da Cultura Amarildo Mattos, Agentes Monitores Ambientais (AMA) e Meliponario Educativo, além do Ecomuseu da Amazônia.

A comitiva também visitou a Escola da Pesca e a Escola de Gastronomia e conheceu como funciona a metodologia da pedagogia da alternância, pela qual a cada 15 dias a escola alterna períodos de estudos na escola e no campo, sendo que os jovens e adultos estudam em tempo integral e ficam alojados na Casa Escola da Pesca durante a quinzena de estudos de campo, respeitando a realidade ribeirinha.

Para o presidente da Fundação, Alickson Lopes, é gratificante receber o grupo do Inovajuntos e ter a oportunidade de apresentar todo o trabalho desenvolvido pela gestão na escola. “Estamos esperançosos de trilhar um longo caminho de diálogo e parceria juntos”, disse o titular da Funbosque.

Segundo a assessora internacional do projeto, Taís Mendes, o InovaJuntos tem como objetivo fortalecer o desenvolvimento integrado para a inovação público-privada entre municípios de Portugal e do Brasil, além de outros países da América Latina, bem como trabalhar a conscientização sobre o tema e apoio ao desenvolvimento de soluções ambientalmente sustentáveis que reduzam os impactos ambientais.

“Já vimos ações como essas em escala menor em alguns municípios, mas a Funbosque apesar dos desafios está muito à frente. A experiência que vivemos hoje aqui foi incrível”, declarou Taís Mendes.

Fonte: Prefeitura de Belém


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »