fbpx
Esportes

Brasileirão: No apagar das luzes, São Paulo vence Atlético-GO e segue firme no G8

Compartilhar

Com gol  aos 49 minutos do segundo tempo, o São Paulo conquistou uma vitória suada por 2 a 1, contra o Atlético-GO, na noite desta quinta-feira (27), pela 34ª rodada do Brasileirão. No Morumbi, Calleri abriu o marcador, mas viu Baralhas empatar em um golaço e, no último lance, Luan deu o triunfo ao time paulista que, com o resultado, se manteve no G8 do Brasileiro. O goleiro Felipe Alves foi o destaque da partida, com grandes defesas que evitaram a virada dos goianos.

Com o resultado, o São Paulo segue em oitavo lugar, com 50 pontos ganhos e na espera que a iminência vaga para a pré-Libertadores, de G7, se torne G8. Já o Atlético-GO, perdeu a chance de sair da zona de rebaixamento. O time goiano é o 17º colocado, com 33 pontos.

A partida no Morumbi começou animada. Nos primeiros cinco minutos já tinha uma finalização para cada time. Patrick levou perigo em jogada ensaiada, mas a bola desviou na defesa adversária e evitou o gol do São Paulo. Já pelo lado do Atlético-GO, Airton, em chute cruzado, fez Felipe Alves defender. Após os 10 minutos, o São Paulo começou a ditar o ritmo da partida. Com 76% de posse de bola, chegou a balançar as redes com Calleri, mas estava impedido. 

O São Paulo mostrava superioridade pelo lado esquerdo, principalmente com Patrick. E o caminho do gol só poderia ser por aquele lado: Luciano avançou livre no meio, ameaçou o chute e rolou para Patrick. O meia cruzou na medida para Carelli, entre os zagueiros, finalizar no canto, abrindo o placar no Morumbi, aos 21 minutos.

Depois do gol, a partida mudou de rumo e foi o Atlético-GO que começou a dominar. Arriscando de fora da área, viu o chute de Luiz Fernando beliscar a trave do São Paulo. Depois assistiu Felipe Alves “operar” um pequeno milagre. Airton fez bela jogada e chutou rasteiro, a bola desviou no meio do caminho e Felipe Alves espalmou. No rebote, Churín tentou de cabeça e novamente o goleiro espalmou. Segurando a vitória parcial do São Paulo no Morumbi.

Na segunda etapa, o ritmo se manteve, com o Atlético ocupando o campo de ataque. A falta de atenção começava a preocupar a torcida do São Paulo, que via o time novamente perder a intensidade no segundo tempo. A melhor chance dos mandantes foi com Reinaldo, em um foguete que passou do lado direito da meta goiana, em uma cobrança de falta ensaiada. Em uma desatenção de Rafinha e Luciano, Baralhas marcou um golaço para empatar a partida, aos 26 minutos. O lateral tentou lançar o atacante, Baralhas foi mais esperto e interceptou a jogada. A bola ficou pingando e da intermediária o volante emendou um chutaço no ângulo de Felipe Alves.

O gol desestabilizou o São Paulo, que passou a ser dominado pelo Atlético-GO. Shaylon e Churín pararam no goleiro são paulino. Depois, novamente Felipe Alves fez outro “milagre”, evitando os gols de Luiz Fernando e Churín.

E já diria o ditado, quem não faz, toma. No apagar das luzes, Wellington fez boa jogada pela esquerda e cruzou. A bola ficou viva na área e o goleiro Renan afastou mal, de soco. A bola caiu nos pés do volante Luan, que finalizou firme, para dar a vitória ao São Paulo, aos 49 minutos do segundo tempo.

Na próxima rodada, o São Paulo continua no Morumbi, onde recebe o Atlético-MG, na terça-feira, às 21h30. No dia seguinte, na quarta-feira, o Atlético-GO encara outro paulista, o Santos, às 19h00, no Antônio Accioly, em Goiânia(GO).

Fonte: Federação Paulista de Futebol


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »