fbpx
Política

Presidente do PT, pede que parlamentares da coligação de Lula “deem ordem de prisão” a agentes da PRF e PM que fazem operações na eleição

Compartilhar

A deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), presidente nacional do PT, publicou no início da tarde deste domingo, 30, um tuíte no qual diz que pediu a prisão do Diretor Geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e dos superintendentes regionais que não estão cumprindo a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ela se refere à liminar concedida no sábado 29, pelo presidente do TSE, Alexandre de Moraes, que proibiu a PRF de fazer operações relacionadas ao transporte de eleitores neste domingo.

Na postagem, Gleisi não informa a quem foi solicitada a prisão das autoridades da PRF, mas diz que pediu aos parlamentares da coligação para dar voz de prisão aos policiais que estivessem fazendo operações.

“ATENÇÃO-pedimos a prisão do Diretor Geral da PRF e dos Superintendentes Regionais q ñ estão cumprindo a decisão do TSE. Peço aos parlamentares da nossa coligação q se dirijam aos locais das operações em seus estados e deem ordem de prisão aos policiais, inclusive PMs como no RJ”, escreveu ela.

Neste domingo, Moraes intimou o superintendente da PRF a informar imediatamente as razões pelas quais estão sendo realizadas “operações policiais” relacionadas ao transporte de eleitores.

A intimação foi feita em representação formulada pelo deputado federal Paulo Teixeira (PT), que se fundamentou em vídeo publicado no Twitter, informando que uma operação da PRF estaria sendo realizada na Paraíba.

Segundo a denúncia do parlamentar petista, trata-se de “instrumentalização da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal voltada a eventualmente interferir no processo eleitoral, durante o segundo turno das Eleições de 2022, no intuito de criar fatos políticos artificiais”. Tal conduta, segundo o deputado, se daria em benefício da campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) e em prejuízo do candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Eleitores, neste domingo, publicaram nas redes sociais denúncias de fiscalização nas rodovias do transporte de eleitores.

Créditos: Revista Oeste


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Translate »