fbpx
News

Aulão reúne mais de mil alunos para grande revisão, em Belém

Compartilhar

Além da capital, o projeto também esteve presente nos municípios de Irituia, Marabá, Santarém, Tomé-Açu e Vigia.

Para muitos, o sábado é um dia de descanso, mas para aqueles que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é mais uma oportunidade para revisar conteúdos e se preparar melhor para a prova. Mais de mil candidatos tiveram a mesma ideia, ao marcarem presença na grande revisão do projeto “Enem Pará Itinerante”, em Belém. 

A iniciativa da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) busca garantir o conhecimento necessário e a competitividade dos candidatos que vão encarar as provas, nos dias 13 e 20 de novembro. Além da capital paraense, também houve aulões preparatórios nos municípios de Irituia, Marabá, Santarém, Tomé-Açu e Vigia. 

Thalita Reis

Para Thalita Reis, a revisão fez toda a diferença na sua preparação para o Enem. “Já faz um tempo que eu terminei o meu ensino médio e espero conseguir passar na área que desejo. Creio que esse aulão vai me ajudar bastante, porque mesmo eu fazendo cursinho, senti a necessidade de um reforço a mais e por isso vim para cá. Portanto, para você conseguir aquilo que deseja, é muito importante que você se esforce bastante e corra atrás dos seus objetivos”, afirmou.

O desejo de cursar Artes Visuais trouxe Daiani Costa para o aulão deste sábado. A estudante acredita que essa é uma chance para tirar dúvidas sobre o exame. “Acho essa oportunidade muito importante, até porque a maioria dos cursinhos são particulares e, muitos alunos, assim como eu, não têm condições de pagar um. Nesse sentido, é muito bacana ver que o Governo do Estado tem olhado com carinho pelas minorias, garantindo que pessoas da periferia ou não tenham as mesmas chances nas provas”. 

Daiane Costa tenta vaga para Artes Visuais

Superação – A idade avançada não é empecilho para correr atrás dos seus objetivos. Pedra Mendes, de 60 anos, tem o sonho de cursar Pedagogia e não perdeu a chance de revisar os conteúdos que ainda sente mais dificuldade. Ela afirmou que as dicas fornecidas pelos professores vão lhe ajudar bastante a conseguir um bom resultado no exame.

Pedra Mendes também vai fazer o Enem

“Esse é um sonho que eu tenho há vários anos. Na minha época, era muito difícil conseguir uma vaga na UFPA e, conforme o tempo foi passando, acabei me casando, terminei meu ensino médio, tive filhos, dei oportunidade para eles estudarem e se formarem. Mas agora é minha vez de pleitear uma vaga para poder cursar Pedagogia. Já tenho o magistério, mas tenho vontade de ser professora com ensino superior”. 

Metodologia – A programação abordou conteúdos recorrentes, com questões presentes todos os anos nas provas, mas que ainda são difíceis para muitos alunos. O evento foi direcionado aos estudantes da rede pública estadual que estão concluindo o ensino médio, em 2022, e para aqueles que já terminaram os estudos em anos anteriores.

Na reta final dos estudos, os alunos estão com o grau de ansiedade muito elevado e quem conseguir controlar melhor, vai fazer uma prova mais satisfatória, enfatiza o professor de Química, Anderson Marques. “No Enem, não basta apenas acertar as questões difíceis e, principalmente, errar as fáceis.  Nessa última semana é importante relaxar, tentar descansar para chegar bem na prova, separar os documentos necessários, cartão de confirmação e a caneta esferográfica na cor preta de tubo transparente”, detalhou.

Durante a revisão, os participantes recebem materiais para melhorar o desempenho no Enem e orientações de hábitos mais saudáveis nos dias que antecedem as provas. Os conteúdos foram revisados por especialistas nas quatro áreas do conhecimento: Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens e Matemática, além da Redação.

A secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, destacou que o projeto “Enem Pará Itinerante” democratiza o acesso dos estudantes ao reforço na aprendizagem para a realização das provas do Enem. A titular da Seduc disse, ainda, que este mesmo aulão está ocorrendo de forma múltipla em diversos municípios paraenses. 

“Esse é o momento em que a Seduc celebra e se orgulha por realizar um projeto do Governo do Estado, que faz inclusão de verdade, oportunizando aos nossos jovens o reforço na aprendizagem, aumentando sua competitividade e permitindo que obtenham bons resultados no exame. Ao longo da próxima semana continuaremos com diversas ações e muitas aulas até às véspera das provas e, desde já, desejo a todos uma excelente avaliação”, ressaltou.

Fonte: Agência Pará


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Translate »