fbpx
Esportes

Russell se diverte com vitória “louca” na Sprint

Compartilhar

Depois de garantir uma dobradinha para o GP de São Paulo de domingo, George Russell disse que a Mercedes conseguiu um resultado “louco” na Sprint – enquanto Lewis Hamilton disse que a equipe deve converter isso para uma dobradinha na corrida de amanhã.

Russell, que começou o Sprint em terceiro, escapou com pneus macios, enquanto Max Verstappen saltou do P2 do grid com pneus médios. Ambos os pilotos fizeram um trabalho fácil com o pole-sitter Kevin Magnussen e depois entregaram uma impressionante batalha roda a roda, com Russell saindo por cima e mantendo a liderança depois que Verstappen sofreu danos em contato com Carlos Sainz.

“Quero dizer, é uma loucura pensar que [ambos os Mercedes estão] começando na primeira fila, Lewis fez um ótimo trabalho vindo do P8, então será emocionante”, disse Russell enquanto olhava para o domingo. “Tenho certeza de que Max estará voando amanhã, mas estamos em uma posição de luxo em que talvez possamos dividir a estratégia e buscar a vitória”.

“Acho muito emocionante e estou muito orgulhoso de toda a equipe continuar entregando o carro. Vai ser interessante amanhã – obviamente Max é o homem principal no momento, e aqueles pneus médios não pareciam dar trabalhar”.

Russell acrescentou que considerou Verstappen um shoo-in para liderar o Sprint até o final e revelou sua satisfação por passar o atual campeão.

“Acho que estávamos confiantes de que poderíamos terminar em segundo e pensamos que Max provavelmente teria uma corrida bastante fácil, para ser honesto; sabíamos que, se não estivéssemos à frente dele na curva 1, seria muito difícil ficar à frente dele. Comecei a atacar nas primeiras voltas e pensei, assim que ele tiver alguma temperatura nos pneus, vai embora,” disse Russell.

“Por mais que eu quisesse vencer esta corrida hoje, são apenas [oito pontos extras] e, obviamente, você está colocando você [no grid] para amanhã. Então, você tem que ter um pouco de cuidado e eu sabia que Max não tinha nada a perder, então ele estaria pilotando de forma agressiva. Definitivamente, foi agradável fazer a ultrapassagem no final”.

Hamilton terminou em terceiro no Sprint, mas será promovido a segundo no grid de amanhã, já que Carlos Sainz perde cinco lugares por ter um novo motor. O sete vezes campeão ecoou seu companheiro de equipe depois de garantir um bloqueio na primeira fila para a equipe.

“Parabéns a George”, disse Hamilton. “Como George estava dizendo, este é um resultado incrível para nós como equipe – todos nós trabalhamos duro para isso ao longo do ano. Pensamos que estaríamos na frente, largando na primeira fila do GP do Brasil no final do ano? De jeito nenhum. É para isso que todos trabalharam. Estou incrivelmente orgulhoso de todos e incrivelmente grato a todos…”.

Sobre se a Mercedes pode manter suas posições iniciais e terminar o GP de São Paulo, Hamilton disse: “Sim, temos que fazer! Vamos trabalhar juntos como uma equipe amanhã e isso é sobre a equipe, para obter esse resultado para a equipe, acho que seria incrivelmente especial. E obviamente estamos perseguindo os caras vermelhos [Ferrari, na classificação de construtores] – pode ser bom”.

“Conseguindo uma dobradinha de qualquer maneira, ficarei feliz, pessoalmente, apenas por causa do quanto todos trabalharam”, acrescentou Hamilton.

Fonte: Fórmula 1


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Translate »