fbpx
Esportes

“Ainda somos o melhor time”, diz Hamilton após a Mercedes fazer dobradinha em São Paulo

Compartilhar

Lewis Hamilton disse que a dobradinha da Mercedes no GP de São Paulo é um “impulso maciço” para suas esperanças de retornar à luta pelo título em 2023, já que o heptacampeão também abordou sua colisão com Max Verstappen no início da corrida de domingo.

No Brasil, Hamilton terminou em segundo lugar, atrás do companheiro de equipe George Russell, quando o jovem de 24 anos conquistou sua primeira vitória no Grande Prêmio e a primeira vitória da Mercedes na temporada. O heptacampeão disse que foi um resultado de “sonho” ao recapitular sua semana em São Paulo – que o tornou cidadão brasileiro honorário antes da corrida em Interlagos.

“Foi um dia incrível, um fim de semana incrível e, na verdade, uma semana, no geral – tantas experiências incríveis a partir de segunda-feira, e isso é realmente um sonho para toda a equipe. Acho que todo mundo realmente merece esse resultado incrível”.

Hamilton acrescentou: “É a coisa mais importante para nós ter este resultado, isso é um grande impulso para o moral de toda a equipe – no inverno, a equipe sabe que estamos no caminho certo”.

“E ainda somos a melhor equipe, e voltaremos a ter isso de forma mais consistente no próximo ano e estou animado por isso, por ter essa batalha”.

Hamilton, no entanto, se preocupou que sua corrida terminasse após uma colisão com Max Verstappen, que ocorreu no início do reinício do Safety Car, que também viu Lando Norris e Charles Leclerc colidirem. Norris e Verstappen receberam penalidades de cinco segundos por incidentes separados.

“Tudo o que pensei naquele momento… foi que teria que me aposentar, porque senti alguma coisa; a traseira não estava se sentindo a mesma depois disso e para mim foi tipo, ‘Vou perder o time por uma dobradinha’, e isso é tudo que eu conseguia pensar”.

“Dirigindo sobre a grama e na pista, tudo o que eu conseguia pensar era: ‘Como posso voltar a dar à equipe esse resultado incrível?’ Para mim, não é como você cai, mas como você se levanta. Estou orgulhoso e enorme parabéns ao George”, disse Hamilton.

O segundo colocado acrescentou que não tinha “nenhuma preocupação” em correr com Verstappen após a colisão de hoje, na mesma pista em que Hamilton e Verstappen travaram uma dura batalha pela vitória no Grande Prêmio de São Paulo de 2021.

Ele disse: “Eu não tenho nenhuma preocupação, eu acho. Eu acho que é natural quando você tem sucesso… que você se torna um alvo, mas tudo bem. Não é nada que eu não tenha lidado antes, então…”.

Fonte: Fórmula 1


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »