fbpx
News

No Dia do Pantanal, celebramos a sua conservação graças ao uso e produção sustentáveis!

Compartilhar

O Pantanal é uma das maiores áreas úmidas contínuas do mundo e está localizado na região central da América do Sul, na Bacia do Alto Paraguai. Sua área é de 138.183 km², em que 65% está no estado de Mato Grosso do Sul e 35% no estado de Mato Grosso.

Ele é uma planície inundável influenciada pelos rios que drenam a Bacia do Alto Paraguai, onde se desenvolve uma flora de grande beleza e uma fauna de rara abundância. A região foi considerada patrimônio nacional pela constituição federal e reconhecida como reserva da biosfera pela Unesco.

Sua principal atividade econômica é a pecuária extensiva de corte, realizada tradicionalmente pelo uso dos recursos naturais forrageiros presentes nos campos naturais na extensa região. Mais de 90% da sua área são de propriedades rurais, sendo o bioma melhor conservado do país, com 85% de sua cobertura vegetal nativa ainda intacta.

A segunda principal atividade econômica do Pantanal é a pesca profissional e o turismo de pesca, dependente principalmente dos peixes que sobem os rios da Bacia do Alto Paraguai para se reproduzir. A pesca como um todo na Bacia gera 8.400 empregos diretos e movimenta cerca de 200 milhões de reais por ano.

Por isso, as medidas dos modelos de produção e uso sustentável são prioritários

Entre as diversas atividades que beneficiam o bioma, o foco de atuação de pesquisa e inovação da Embrapa Pantanal tem como objetivo o desenvolvimento de tecnologias e conhecimentos que contribuam para o desenvolvimento rural sustentável da região e o bem-estar socioeconômico em harmonia com o meio ambiente, dentre os quais destacamos:

– Pecuária Sustentável – Tecnologias para sistemas de produção de fazendas pantaneiras e peripantaneiras visando a consolidação de sistemas agropecuários sustentáveis e seguros do ponto de vista sanitário.

– Pesca e Aquicultura – Tecnologias para a sustentabilidade da atividade pesqueira e para a produção aquícola.

– Inovações em bioeconomia – Geração de tecnologias para o uso sustentável dos recursos hídricos, do solo e da biodiversidade e identificação e valoração de serviços ecossistêmicos.

– Alternativas tecnológicas para a diversificação da produção, aumento da produtividade e garantia da segurança alimentar, hídrica e do alimento para populações em vulnerabilidade socioeconômica ou produtiva, e de sistemas de produção apícola para as diferentes regiões do Pantanal.

– Avaliação e monitoramento de impactos ambientais, socioeconômicos e sobre a saúde única em sistemas de produção agropecuários decorrentes das mudanças climáticas e da alteração do uso da terra.

A Embrapa Pantanal é uma unidade ecorregional com ações de pesquisa principalmente em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. A instituição se tornou referência no Pantanal pelas ações de sua equipe multidisciplinar que atende às diversas exigências do Bioma por meio de seu trabalho comprometido com a sociedade.

Fonte: Embrapa


Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Translate »