fbpx
Variedades

Espaço verde: como cultivar plantas em apartamento

Compartilhar

Um ambiente decorado com plantas é bonito por natureza, e as vantagens de ter um espaço verde em casa vão além da aparência. É comprovado que as plantas melhoram a qualidade do ar, removendo até 87% das toxinas em um único dia.

Se você mora em apartamento e não tem muito espaço, mas, ainda assim, quer ter plantinhas em casa, uma opção é cultivar um jardim vertical, que pode trazer um toque de cor para o ambiente acompanhado de um suporte de madeira colorido.

Curtiu a ideia? Neste artigo, reunimos dicas para ajudar você a ter um espaço verde no seu apartamento, de acordo com o espaço disponível. Acompanhe a leitura!

Cheque a iluminação natural dos ambientes

Ao optar pelo jardim vertical, é necessário checar a iluminação natural dos ambientes para definir o melhor local.

Procure saber onde os raios solares incidem pela manhã e à tarde ou veja qual espaço recebe mais iluminação indireta.

Isso é muito importante para a escolha dos tipos de plantas que serão cultivadas, para identificar como elas irão se desenvolver.

Agora, se você não for adepto ao jardim vertical, a sacada pode ser um ótimo local para as suas plantas. Afinal, muitos apartamentos têm esse espaço, ainda que reduzido.

E, apesar de serem pequenas, as sacadas geralmente têm uma boa altura e incidência de luz natural, o que as torna excelentes locais para receber diversas espécies de plantas.

Observe a ventilação do espaço escolhido

Apesar de muito importante, a iluminação natural do espaço não é o único fator que deve ser considerado ao escolher o melhor local para as plantinhas.

Isso porque se você tiver um ambiente bem iluminado, mas com pouca ventilação, o espaço tende a ficar úmido, o que facilita o surgimento de algumas pragas, como bactérias e fungos, que atingem as plantas.

Além disso, a pouca ou a falta de ventilação pode influenciar no processo de respiração das plantas, atrasando o desenvolvimento de algumas espécies.

Atente-se à pintura do local 

As cores têm uma importância que vai além da estética, mas, é claro, também influenciam no visual de modo geral. Por esse motivo, vale dar uma atenção especial à pintura do local.

Uma boa opção para criar um ambiente descontraído e relaxante é combinar a cor da tinta com as plantas. Inclusive, você pode até mesmo pintar vasos de madeira, se for o caso, com uma tinta própria para o material.

Cores neutras, como branco, preto, cinza e bege, combinam com tudo. Mas, se você for do time colorido, pintar os suportes de madeira com cores vibrantes vai dar um toque de alegria e trazer mais vida para o ambiente.

Escolha bem as plantas do seu jardim vertical

Por não contar com o solo como suporte  natural, os jardins verticais têm uma limitação em relação às espécies de plantas que podem ser utilizadas na estrutura.

No entanto, é entendendo a iluminação e a ventilação do ambiente disponível que você torna assertiva a escolha das espécies que farão parte do seu espaço verde.

Espécies como jiboia, aspargo-rabo-de-gato, colar-de-pérolas, lambari-roxo, véu-de-noiva e samambaia, por exemplo, são plantas que se adaptam muito bem a espaços internos. 

Cuidados com o jardim vertical em casa

Dependendo de onde você pretenda instalar o seu jardim vertical, será necessário ter alguns cuidados além dos que as plantas exigem.

Instalar um coletor de água para receber possíveis excessos de irrigação e tratar a parede com impermeabilizante, a fim de evitar que a pintura seja danificada pelas raízes das plantas e o surgimento de mofo, são cuidados importantes que não devem ser ignorados.

Além disso, a manutenção periódica da estrutura, que deverá ser realizada após a retirada das plantas para a avaliação e limpeza do suporte, é primordial para que o seu jardim vertical fique sempre muito bem vistoso.

Faça uma hortinha

Por fim, cultivar uma hortinha também é uma forma de ter um espaço verde em casa. Afinal, nada melhor do que uma cebolinha ou salsinha fresquinha para dar aquele toque especial nas receitas, não é mesmo?

Para isso, você só precisa ter alguns vasos, sementes e um local adequado que, no caso dos apartamentos, além do jardim vertical, também pode ser a sacada ou um espaço reservado na cozinha, por exemplo.

Print Friendly, PDF & Email

Vanessa Fagundes

Assessora responsável pelo blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Translate »